fbpx

temas sobre a ansiedade

Imagem Mia Hungria Psicologa

Conselhos profissionais para viver sem ansiedade

Antes de avançares na leitura, queremos que tenhas bem presente uma coisa: sim, é possível superar e viver sem ansiedade. É certo que é necessário levar a cabo algumas alterações na forma de pensar e agir para eliminar toda a tensão acumulada. Aqui tens alguns conselhos da nossa especialista!  

O que é a ansiedade?

Todos nós passamos por momentos de ansiedade ao longo da vida. Talvez te pareça estranho, mas a ansiedade é a tua grande aliada quando tens que enfrentar algo importante. E podes estar a perguntar-te «Porquê?».

Ter ansiedade faz com que o teu corpo produza uma reação psicofisiológica de ativação intensa do sistema nervoso central e de todo o organismo. Aparece quando tens de agir numa situação que exige um grande esforço e serve para reagir e fazer frente a uma ameaça ou perigo que está a ocorrer no presente ou que pode surgir no futuro.

Graças a esta reação fisiológica intensa provocada pela ansiedade, sentimo-nos preparados para agir de uma forma rápida perante a situação. Pode ser um exame de condução, uma entrevista de trabalho ou mesmo um momento de emergência em que é preciso agir com grande rapidez.

Este tipo de ansiedade, que todos experimentamos, é natural, saudável, necessária e não a podemos eliminar.

Quando é que se torna num problema? 

A quem quer que perguntes «O que é a ansiedade?», todos te vão automaticamente responder que é algo que ocorrer quando uma pessoa manifesta sintomas físicos como taquicardia, pressão no peito, insónias, dificuldades em respirar, etc. Mas as pessoas esquecem-se de que a ansiedade começa no pensamento, que por sua vez é a chave para a poder superar. 

A forma como vês e interpretas as coisas que te acontecem vai determinar se a ansiedade te está a ajudar ou se se está a transformar num problema que pode, muitas vezes, resultar num transtorno. 

Se sofres de ansiedade, certamente prestas atenção aos sintomas físicos que te fazem passar realmente mal, mas devias começar a analisar também a tua forma de pensar.

Os sintomas físicos são uma consequência dos teus pensamentos: de acordo com a forma como pensas a respeito de determinada coisa, podes ter ou não ter ansiedade. 

O que acreditamos que acontece:

Fator externo —-> consequência emocional. 

Exemplo: A minha chefe ameaça despedir-me. Sentes automaticamente ansiedade. 

O que acontece realmente:

Fator externo —-> pensamentos que tens sobre a situação (como a estás a interpretar) —-> consequência emocional —-> comportamento.

Exemplo:A minha chefe ameaça despedir-me. Achas que não é justo, que tem um problema contigo, que tudo o que fazes lhe parece mal, não a suportas! Se te despedem, não poderás pagar o aluguer—-> tens automaticamente ansiedade.

Como ilustra este pequeno exemplo, normalmente sentes que é a situação que te provoca um mal-estar emocional. Mas o que verdadeiramente causa esse mal-estar (e, consequentemente, a ansiedade) é o que tu pensas ou como interpretas situação.

Identifica os teus pensamentos

As pessoas que têm ansiedade pensam ou interpretam as situações de uma forma errada ou amplificam-nas, na maioria dos casos, antecipando possíveis cenários catastróficos constantemente.

O modo como as pessoas estruturam cognitivamente as suas experiências exerce uma influência fundamental sob a forma como se sentem e agem, assim como nas reações físicas que têm.

Por outras palavras: a tua reação perante um determinado acontecimento depende principalmente de como o percebes, abordas, valorizas e interpretas, das considerações que fazes e das expetativas que crias.

Imagina que combinas encontrar-te com um conhecido ou conhecida recente de quem gostas e que não apareceu depois de meia hora. Se a tua interpretação é que não se interessa por ti, vais-te sentir triste e não voltarás a estabelecer contacto. Mas se pensas que o atraso se deve a um imprevisto ou a uma confusão com as horas, a tua reação emocional e comportamental será muito diferente. Por outro lado, o afeto, o teu comportamento e as tuas reações físicas influenciam-se mutuamente e ajudam-te a manter estes pensamentos.

Ao pensar desta forma é normal que tenhas sintomas de ansiedade, já que nesse momento sentes que estás em perigo real e vives a situação como uma tragédia. E, como explicámos antes, o teu cérebro interpreta que estás perante uma ameaça e ativa uma reação psicofisiológica intensa, gerando ansiedade para poder enfrentar a situação.

É importante que compreendas que esta ansiedade desaparece quando desaparece a situação, por exemplo ao terminares um exame a que te apresentaste. Contudo, quando a ansiedade surge devido à leitura que fazes de uma situação que na realidade não se está a passar, mas que imaginas que está ou que pode vir a acontecer, essa ativação mantém-se e dá lugar aos sintomas físicos da ansiedade, por sua vez interpretados como um possível problema de saúde que, assim, te mantêm num círculo vicioso.

Viver sem ansiedade

Para poderes superar a ansiedade, concentra-te na forma como pensas e interpretas o que vives. Se começares a pensar de uma forma objetiva e realista não entrarás no círculo vicioso da ansiedade e não sentirás os seus sintomas físicos.

Escreve tudo o que te produz mal-estar emocional e, ao lado, anota tudo o que tu pensas sobre isso. Assim, tomarás consciência de que ao pensar assim é natural que sofras de ansiedade.

Procura pensamentos verdadeiros e credíveis para ti, que desmintam os teus pensamentos negativos iniciais. Ao substituí-los, também substituirás a ansiedade por bem-estar e segurança.

É um exercício que requere tempo e compromisso, já que pensamos em tudo de forma muito automática. Porém, agora deves estar atento, identificar e substituir esses pensamentos para, desse modo, começares finalmente a viver sem ansiedade.

Lembra-te que se alteras a tua forma de pensar, podes superar a ansiedade.

Conteúdo revisto pela equipa de nutricionistas dos Laboratórios Niam. Este artigo é informativo e não substitui a consulta a um médico ou especialista.

Mia Hungría Autor
Psicóloga Nº da carteira profissional: 21670

Psicóloga. Mía Hungría é licenciada em psicologia e tem um diploma em psicoterapia. Além disso, possui um mestrado em clínica prática e de saúde. Atualmente reside em Barcelona, onde tem o seu consultório de psicoterapia.

Web: miahungria.com
Facebook: Mia Hungría Psicóloga Barcelona
Instagram: @psicologa_barcelona

Somos um laboratório fundado em 2014, com o objetivo de contribuir para o bem-estar das pessoas através de produtos 100% naturais de alta qualidade e avaliados por milhares de clientes.

Nuestro equipo de profesionales altamente capacitado posee una amplia experiencia en la creación y distribución de productos que mejoran el día a día de miles de personas de manera natural.

AnimaFort MULTI® é um suplemento alimentar em cápsulas vegetais que ajuda a aliviar, de formanatural, a ansiedade, a depressão leve, as insónias e até o stress.

Onde posso encomendar AnimaFort MULTI®?

animafort multi
COMPRAR ONLINE

Pela compra de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

AMAZON

AnimaFort MULTI também está à venda na Amazon

NA SUA FARMÁCIA
Solicita AnimaFort® com:

  • nome do produto 
  • Se não encontra o produto desejado na sua farmácia de confiança, lembre que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português: 6330522.
Se não consegue encontrar o suplemento nas farmácias da sua área, escreva un email a: consultas@laboratoriosniam.com.

opiniões verificadas AnimaFort® MULTI

Opiniões de clientes sobre AnimaFort MULTI®

A classificação média é 4.64

Baseado em 199 opiniões

150
33
11
4
1
As avaliações são verificadas por
22 / 06 / 2021
Excelente para ajudar na ansiedade.
21 / 06 / 2021
Estou satisfeita de ❤ recomendo
07 / 06 / 2021
Já tomo há quase dois anos ... não sempre contínuo, mas quando sinto falta (depende das épocas, normalmente Primavera e Outono) compro 2 caixas e depois mais 2 e tenho tido resultados satisfatórios...
Veja mais opiniões
Fechar opiniões
Cargando comentarios

Posts relacionados

temas sobre a ansiedade

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

ANIMAFORT MULTI ®

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ansiedade e stress